01 março, 2009

ISA

Quando eu era criança meu sonho era ter uma irmã. Um dia alguém me disse que irmãos não precisam necessariamente serem filhos dos mesmos pais e esta descoberta me fez ir em busca de alguém que pudesse ser minha irmã de eleição. Eu passei a buscar uma menina, sim tinha que ser uma menina para podermos falar de tudo sem constrangimento, ela teria que ser doce sem ser tola, teria que ter paciência para com meus defeitos, teria que ter ouvidos de escutar pois eu falo muito e anseio ser escutada, teria que ter olhos de ver para reconhecer minhas qualidades e me fazer ver através do seu olhar esperança quando eu pensasse em desistir. É claro ela teria que ser humilde, ter um sorriso sincero e ser bem honesta para comigo, mas buscava também por alguém que possuísse defeitos, porque sempre imaginei que se existisse alguém sem defeitos possivelmente a sua tolerância para os erros alheios seria zero, fora que sempre gostei mais de personalidades as avessas.Bem um dia conheci uma garota que se encaixava nisso tudo e imediatamente me fiz amiga dela e agora suspeito que ela também buscava por alguém para tornar irmã. São anos de amizade fraterna, são anos de histórias vividas, esquecidas e relembradas. São sonhos que fizemos juntas, lugares que visitamos, pessoas que conhecemos, namoros e rolos, brigas que compramos uma pela outra, alguns desentendimentos entre nós (ainda bem que eles existem), mudanças de comportamento, descobertas, tudo isso e outras tantas coisas foram experimentadas. Hoje olho para ela e reconheço seus menores gestos, sei quando esta triste, apaixonada, sem paciência, ansiosa, feliz ... Neste momento eu quero que ela saiba o quanto a amo e o quanto me orgulho dela,e que meu coração a elegeu para ser minha irmã nesta jornada que se chama vida.
Ana Fenner

Um comentário:

  1. Uma amizade como a nossa não existe!
    Te amo amiga/irmã...
    bj

    ResponderExcluir